terça-feira, 8 de setembro de 2015

Hábitos saudáveis

Saudações Malta..
Quero partilhar com vocês mais uma abordagem espontânea para um dos capítulos do Livro "O Homem de Princípios" e basicamente irei introduzir sobre os hábitos saudáveis e a sua influência na vida de um indivíduo. Espero que leiam até ao final e possam interiorizar alguma coisa. 

Boa viagem!!

Hábitos ou costumes, são comportamentos físicos ou psicológicos levados a cabo por um indivíduo de forma regular ou rotineira e que no tempo tornam-se alvos de alguma dependência por parte do mesmo indivíduo. Variam desde bons a maus, saudáveis e não saudáveis, indiferentes ou muito importantes e todos eles juntos definem o modo de vida de cada um.

Falando de saudáveis e não saudáveis, os primeiros serão todos aqueles que contribuem para o crescimento e desenvolvimento do homem como personalidade intelectual, como um ser humano e como um indivíduo inserido em uma sociedade. Os hábitos não saudáveis, por sua vez serão aqueles que de certa forma levam a vida de qualquer um ao declínio ou ao estagnamento a um cenário não evolutivo, contribuindo para uma má saúde e o não desenvolvimento de tal indivíduo.

São caracterizados como hábitos saudáveis a escrita e leitura, contacto com Deus, actividades físicas como desportos, relações sexuais e interpessoais regulares, a alimentação, descanso prolongado, higiene pessoal e colectiva, organização e gestão pessoal, e todos outros que elevam qualquer um, sublinhando a questão de que todos eles devem ser praticados de forma doseada de acordo a capacidade de cada um, de maneiras a preservar a sua integridade física e intelectual. 

A leitura e escrita são as bases para o conhecimento, facto pelo qual, as mais frequentes formas de ensino baseiam-se nelas. Então, quanto mais lemos, mais saudáveis intelectualmente nos tornaremos.
O Contacto com Deus é o conforto de todos os hábitos. Para um homem de princípios, é necessário ter um guia como a Bíblia e buscar em Deus a força e a inspiração para a manutenção diária. 
As Actividades físicas são essenciais para o correcto funcionamento do organismo do homem e garantem uma melhor sincronia entre o corpo e a mente. Diariamente todos nós temos actividade física tal como temos momentos de sedentarismo. Mas a diferença entre estes dois não pode favorecer o sedentarismo, pois desta forma arrisca-mo-nos a contrair uma cadeia de doenças relacionadas a circulação sanguínea, hipertensão, e de certa forma o aumento descontrolado do peso do corpo. 
Longe de ser nutricionista, tenho o conhecimento que os Hábitos alimentares saudáveis são ricos em frutos e legumes, pobres em colesterol, aliados a refeições feitas em períodos estabelecidos e sucedidos de uma boa digestão.
O Descanso merecido vem como uma recarga de energia que todo o homem precisa para encarar o novo dia. Como se tem dito, uma noite perdida é menos um ano de vida. Desta forma, não perder noites é essencial para a longevidade de qualquer um. Dentro deste hábito, as horas de descanso também exercem grande influência. 

As Relações interpessoais ajudam na forma como o indivíduo se mostra para a sociedade. "Quem pessoa é, com pessoa deve lidar". Então é sempre importante manter contacto com outras pessoas, de maneiras a trocar impressões e sempre aprender mais alguma coisa, bem como satisfazer necessidades básicas como a elevação da auto estima. Habitue-se a elogiar de forma sincera e criticar de forma humilde. 
Sobre a Higiene, além de manter a imagem e a estética pessoal, protege qualquer homem de várias doenças que possam surgir de contaminação ou acumulo de bactérias no seu corpo. A nível colectivo a limpeza assenta-se basicamente no controle e gestão dos resíduos dentro das residências bem como a nível da cidade. E se formos homens de princípios todos juntos, sempre podemos tornar uma cidade mais apreciável e menos doente.


Por último, a Organização e gestão pessoal é a reunião de vários hábitos saudáveis e regula-los de forma escrita, estabelecendo metas e prazos para a sua execução e cumprimento. Todo homem de princípios regula a sua vida. Toma uma ideia, analisa, concede, projecta e planeia, executa e espera resultados. Quem vive por viver sem saber o que quer ou para onde quer chegar, de nada servirá a sua existência.

Vamos cultivar os bons hábitos e regar com alguma auto-exigência da nossa parte de maneiras a colhermos mais intelecto, maior longevidade e acima de tudo um maior equilíbrio entre os ecossistemas e a relação entre os indivíduos presentes em uma sociedade.

Por: Emerson JC Lourenço AKA Daltton
Em: O Homem de Princípios 
(download  gratuito em 01/10/2015)
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue