segunda-feira, 6 de julho de 2015

A Carruagem dos Demais



Olá pessoal.. Espero que tenham passado um bom fim de semana, desejo uma boa segunda feira e espero que estejam bem dispostos para mais uma semana de reflexões.


Como tivera dito outrora  na publicação sobre as intervenções na vida (http://vidarealjc.blogspot.com/2015/06/interven-co-es-na-vida-vida-e-que-nem.html), a vida é como uma viagem, e sendo uma viagem, utilizamos meios para atingir fins, ou sejam existem meios de transporte responsáveis pela trajectória de cada um ao seu destino final. Meios que usamos todos os dias e em grande parte definem, quem somos e para onde queremos ir. Exercem grande influência no nosso desenvolvimento pessoal. 


Neste post tratarei a vida de todos por um comboio, e os meios em que nos inserimos tratarei por carruagens. Dentro deste comboio existem várias carruagens, por isso, Olhe a que usas diariamente para descrever a sua trajectória. Nem todas as carruagens são seguras o suficiente para levar-te são e salvo para o teu destino final.

A carruagem dos demais é aquela que alberga gente de todos os destinos e pela indefinição de todos no final nenhum acaba por chegar onde deseja.


São todos indecisos e facilmente influenciados

Não têm um caminho certo e aliam a todas as viagens simplesmente por alguns relatos agradáveis que ouviram acerca do destino. Não têm um lugar fixo. Hoje estão aqui, amanhã e estão aí e depois de amanhã poderão estar acolá. Não se sabe, mas deles espera-se qualquer coisa. São arriscados e inconsequentes, mas tal esforço não lhes vale de nada.

Diariamente na mesma rotina e não se cansam pelo facto de a vida lhes ser fácil e muito resumida. não enfrentam grandes desafios porque vivem numa caixinha quadrada onde o óbvio é o pão do dia-a-dia e o que é novidade não deve ser pronunciado. É fácil para eles porque não há exploração de mentes nem esforços progressivos. mantém-se num nível abaixo da média, mas diariamente estão lá. motivados por sei lá o que mas eles vão e diariamente lotam a carruagem dos demais e enriquecem a mesma.

Por outro ado, Existe aquela carruagem executiva onde apenas entram aqueles que têm o seu caminho traçado e objectivos bem definidos. Pessoas com os pés assentes e bem assentem no chão e conscientes do cenário em que se encontra o comboio geral em que todos viajamos. 


Não é qualquer um que entra nesta carruagem pela exclusividade que a mesma ostenta. Pela forma simples discreta que ela se demonstra, apenas os de visão alargada conseguem enxergar. Quem nela entra, habitua-se a rotina e tenta despertar aos da caravana dos demais sobre o cenário em que se encontram. É uma carruagem difícil de se encontrar e muito mais difícil de permanecer pelos constrangimentos que nela ocorrem.

Normalmente entram nesta carruagem as pessoas anormais. Os cínicos, os arrogantes, os de poucos amigos e todo aquele que de alguma forma se sente diferente e capaz de mudar alguma coisa neste comboio em que nos encontramos.


Mas é visto como é porque no protocolo da maioria, a carruagem dos demais alberga mais gente e as ovelhas negras serão as que transitarem fora da mesma e propondo novos destinos.



Por: Emerson JC Lourenço AKA Daltton

Aguarde pelo Livro: "O Protocolo da Maioria" #31/07/2015
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue