segunda-feira, 15 de junho de 2015

O Papel dos Jovens no Desenvolvimento do País



Nos dias de hoje, os jovens na sua maioria desperdiçam as suas vidas ou comprometem o seu futuro, adoptando a filosofia de que a vida é urgente demais para esperarem o amanhã. Vivendo de forma rápida e optando pelo caminho mais fácil para sustentar os seus vícios, caprichos e algumas necessidades

O que de alguma forma comprometem o desenvolvimento do meio em que estão inseridos e de todo país em geral, visto que somos nós os jovens a maioria absoluta e a maior força motriz que existe no país.

"Um simples gesto faz a diferença"

A formação e a informação ainda são ofuscadas pelas noitadas e as mutambas, pois é mais fácil nos dias de hoje encontrar um grupo de jovens reunidos e entusiasmados para uma festa de quintal ou discoteca do que para um debate Ou construção de ideias que de alguma forma ajudam-nos a crescer ou evoluir como pessoas e como sociedade em geral.


Nada contra festas, nada contra quem consome bebidas alcoólicas ou fumo. Mas sou a favor de que os jovens devem equilibrar as suas actividades do dia-a-dia e criar iniciativas impulsionadoras no âmbito académico, cultural e profissional que contribuam para o desenvolvimento do país. Cada um deve explorar as suas capacidades e em função do que gostas e sabe fazer deve criar meios que possibilitem gerar benefícios para si e para toda a comunidade que o rodeia. 

Não vamos só esperar pelas instituições governamentais ou que nos seja dado o kit completo para desenvolver as nossas actividades, quaisquer que sejam nem tão pouco Criar tumultos com base em manifestações que venham a comprometer a nossa imagem e integridade física ou psicológica. Somos jovens e devemos ser civilizados e não vistos como frustrados ou vândalos.

Devemos nos unir e fazer várias manifestações culturais, académicas, científicas ou tecnológicas. Criar associações que geram soluções para diversos problemas da sociedade dando algum apoio ao governo e as administrações ou Ministérios pois muita das vezes é apenas um incentivo que as instituições precisam. Senão veremos sempre os grandes projectos para o país virem do exterior e serem geridos por pessoas estrangeiras.


As manifestações e revoltas devem ser inteligentes e silenciosas.

Quanto mais trabalharmos e maior for a qualidade dos nossos trabalhos, maior será a divulgação e ganhará a sua notoriedade e no seu reconhecimento. 

Busquem pelo conhecimento e tornem-se pessoas de valor. Assim o Sucesso será apenas uma consequência.

Mais uma dica:

Sejam humildes e tenham vontade de aprender independentemente de quem vos esteja a ensinar. Saibam partilhar os conhecimentos e nada de querer ser chefe logo a primeira pois a casa começa pelo alicerce (bases) e só depois de composta a sua estrutura de sustentação e cobertura é que lhe é dado o acabamento para gerar conforto.

"Procure no lugar certo pela coisa desejada e encontrarás aquilo que sonhaste adicionado do inesperado".

Boa Leitura e boa Reflexão

Escrito por Emerson JC Lourenço AKA Dalton

Tema sugerido por Nelson João Da Silva.

Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue