sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

A Sob-Estimação diante do desafio

Olá pessoal, 
De volta a reflexão comportamental e hoje inspirado em uma pequena publicação do Sr. gestor Wilson Teixeira (https://gestoresdeplantao.wordpress.com/author/wilkarma/), decidi figurar um facto que muito acontece na vida de todos nós, como vítimas ou como protagonistas. 

Aqui vamos nós!!

A entrada de uma competição, de uma formação, de uma actividade qualquer que seja, as pessoas sobrestimam-se  umas as outras, duvidando das capacidades um do outro tomando como base a aparência, a idade, o estatuto social, fisionomia e até mesmo detalhes mais mesquinhos.
Estamos constantemente a nos colocar uns na melhor posição em relação aos outros. quase ninguém dá crédito ao outro e mesmo quando este apresenta obras e facto que o classificam como capacitado. Inveja ainda é factor controlador de cenários do género e muitos por não serem capazes de levar a cabo uma determinada tarefa, generalizam tal facto ao ponto de desacreditar na aptidão dos outros.
O sentido de força e incentivo vê-se enfraquecido no nosso seio e este cenário tem efeito nos mais fracos, o que os leva a desistência mesmo bem antes de ter tentado. 
Sou de opinião que cada um sabe o seu limite e as suas capacidades. independentemente de quem seja, não existem pessoas tão estúpidas que vivem perdendo tempo em coisas que não conseguem e nem sequer têm crença nisto.

A aceitação de um desafio, é indirectamente o consentimento de estar capacitado para concretiza-lo. Por outro lado, pode simplesmente ser o manifesto de uma mera vontade de aprender algo novo..  
Por isso não subestime qualquer um que seja que se predispõe a encarar um desafio.
Por:  Emerson JC Lourenço AKA Daltton
Bom final de semana Pessoal
Aguardem o Volume 8 e 9 do meu bloco de notas. 
BREVEMENTE
#NaZonaDeConforto
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue