segunda-feira, 28 de setembro de 2015

O Mundo não é Justo

Saudações,

Espero que tenha passado um bom final de semana.. Estamos na recta final para mais um avanço nesta investida, e desta feita irei partilhar um cheirinho do que virá para o Diário Mais Feminino no dia 2 de Outubro.

Apresento mais uma vez a minha amiga Edna Lourenço em seus momentos de reflexão:

Tantas coisas perdidas no tempo, no espaço e até mesmo em movimentos..

É triste, cansativo e extremamente doloroso, contrair e suportar um câncer ou qualquer outra doença como o VIH, que podem mudar o rumo e alterar total ou parcialmente a rotina de uma pessoa. Para quem carrega é a vida vivida por instantes percorrida as pressas. 


O mundo não é e nunca será justo... 

O difícil tornar-se-á fácil quando souberes que irás morrer como pétalas de sopro, e talvez deixar símbolos na alma daqueles que te acompanharam...

Quando a morte torna-se na sua melhor amiga e ela passa a ser uma piada a vida. Um diagnóstico não deixa de ser um número no imenso do infinito!

O mundo não é justo a vida nunca será justa.
Se quiser o arco-íris tem que aceitar a chuva!

A vida vem da vida...

Dói muito mas é aceitável saber que um dia hoje, amanha, depois em um ano ou em meses, a tal amiga morte irá levar-te dos braços de quem te ama, e da presença de quem amas. 
Que o meu sorriso não seja mais um de muitos mais um de muitos juntos... Morrer é uma droga seja ela de que forma for pois a mesma deixará danos irreparáveis para que fica...

Eu não quero um milhão de admiradores somente um, talvez não tenha sido amada por muitos mas fui amada por um e isso poucas pessoas conseguem, serem engraçadas e nunca serem más.
Não posso escolher se vou-me ferir ou não mas, posso escolher quem vai me ferir.


Por Edna Lourenço 
Edição e Adaptação: JC Daltton
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue