sexta-feira, 4 de setembro de 2015

O homem de princípios


Bom dia pessoal, 
o desafio está lançado e mais uma vez estamos na estrada com a missão de formar, informando com aquilo que podemos e levar a melhor reflexão possível para aqueles que nos acompanham. E desta feita, lanço a primeira pedra para o Bloco de Notas Volume V "O Homem de Príncipios" onde iremos relatar as qualidades de um homem com H e de certa forma mostrar o modelo inspirador que qualquer homem de valor deve seguir.

começo com uma frase de um dos meus focos de inspiração: 

O Homem de sucesso é Aquele que todos queremos ser.

É o homem que vive de regras, objectivos, planos e projectos futuros traçados no presente e levados a cabo em presente intermédio com o fim de colher os resultados em um presente futuro.


A sua rotina e o seu comportamento são saudáveis e moldados pelas suas regras e normas de conduta. A sua não perfeição admite excessos mas não consente e nem tem isso como base de vida ou pano para fracassos. Os excessos são erros não previstos e usados como anotações úteis para situações do género posteriormente.

A sua humildade dá-lhe auto estima suficiente para não se deixar abalar por quase nada irrelevante e ao mesmo tempo dá-lhe a capacidade de se auto analisar, criticar e corrigir o seu comportamento. É oportunista e reconhece nos outros o potencial em coisas mais simples. Utiliza a criatividade para gerar mudança no meio da dificuldade e tem os estudos como a base para a vida além da educação que lhe é conferida desde o berço.

Não é interesseiro mas tudo torna-se interessante ao seu lado pois o seu sentido de aproveitamento dá-lhe visão suficiente para identificar, trazer a tona e explorar talentos e utilidades em todos que o rodeiam. É um verdadeiro líder.


Teme a Deus e a ele atribui a razão para a sua existência e o mérito pelas suas conquistas. Usa a sua palavra como guia e nela busca a justificação para os mais profundos problemas porque para os simples, a sua inteligência permite resolver com base na experiência de vida e percepção dos factos. Não é um santo, padre nem pastor mas é o mais correcto possível.


É um gestor infalível e as suas investidas são vitoriosas sempre mesmo quando os resultados não são os esperados. O amor ao próximo leva-lhe a servir com qualidade pois as suas necessidades vão de encontro aos benefícios de uma maioria.

Rodeado de mulheres, mas apenas uma o satisfaz. Rodeado de amigos, mas apenas os bons o acompanham até ao fim. Rodeado de seguidores, mas apenas os que sabem o que querem conseguem ter sucesso e beber dele os devidos ensinamentos. Rodeado de riquezas e bem materiais mas apenas o necessário usa para as suas actividades pois o resto tem o devido encaminhamento para os mais necessitados.


É um verdadeiro exemplo a seguir. As ajudas são bem-vindas para si mas o mesmo escusa de viver disso pois o seu senso de batalha obriga-o a lutar pelo que é seu e do seu suor construir o seu património. Tem os pés assentes no chão e as suas ilusões são na terra em forma de sonhos que o mesmo busca a sua concretização dia após dia.
Há tanto para escrever e prefiro parar deixando-vos esta pequena reflexão:

Por: Emerson JC Lourenço AKA Daltton

Em: O Homem de príncipios (30 de Setembro de 2015)
Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue