quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Exposição gratuíta

Saudações Juventude...

Penúltimo dia de reflexões e vamos mais uma vez chamar a atenção para a questão comportamental, voltando-se um bocado para exposição gratuita que temos assistido diariamente por parte dos nossos irmãos e as vezes por nós mesmos.

Vamos nessa!!


Todo o gesto que de forma directa e levados a cabo na primeira pessoa, expõem a nossa imagem e integridade física ou intelectual de forma comprometedora para o momento ou para o futuro e sem fins lucrativos ou profissionais, caracterizam-se por exposições gratuitas e de certa forma enquadram-se no grupo de actos desnecessários ou involuntários.
 
Hoje em dia e com a expansão das redes sociais dentro da Internet, por intermédio de grupos de conversa ou perfis particulares em algumas plataformas podemos notar que as pessoas vêm se espalhando* a cada dia desde os sentimentos, as emoções, momentos particulares e íntimos que de certa forma comprometem a sua imagem como pessoa normal e inserida em uma sociedade regulada por normas e princípios de conduta. Imagens que valem ouro ou sem valor estimável, de uma ou de outra pessoa, são entregues as redes sociais, ao alcance de um vasto auditório, a troco de nada.

Toda e qualquer paranóia que vem a moda, principalmente aquelas lixeiras cheias de ofensas e nada intelectuais, são seguidas e partilhadas de forma cega, por milhares de jovens e adolescentes, passando por agentes de marketing se remuneração. E esquecem-se que tais escritas, músicas ou imagens são vistas por muitas pessoas que de certa forma avaliam-nos e podem ser decisores em alguns campos das nossas vidas. 

De que vale expor o seu corpo, se o teu namorado te deixou, se os teus pais brigaram ou se tens fome ou algo parecido? Como se isto fosse do interesse das pessoas que acompanham o teu perfil. E mesmo que fosse… Existe limitação para tudo.
Nem tudo que nós fazemos ou vemos, seja onde for deve ser filmado ou fotografado. E caso o fizermos, que guardemos em sigilo, o que não acontece na nossa realidade. Para desta forma desperdiçar o seu talento de fotógrafo, cineasta ou de bom actor, mais vale ingressar a Semba comunicação ou a uma outra agência do género e ali sim terás maior liberdade e valorização sobre os conteúdos que colocas nesta ou naquela rede social.

Isto não é para ser engraçado, mas sim para pensarmos e reflectirmos. Há muita gente a ser prejudicada por causa desses vídeos e imagens que vão parar na Internet. Eu acredito que se fizessem isso com um dos nossos familiares ou mesmo amigos, não acharíamos nada pouco engraçado.

Agora eu pergunto: E no caso dos MOMENTOS ÍNTIMOS, quem tem mais culpa?? O que filma ou fotografa?? A que deixa ser filmada ou fotografada?? Ou as pessoas que partilharam tais conteúdos??

Mas tu mesmo moça bem bonita, aceitas que te filmam porquê? Se nem sequer és uma actriz Porno**!!!

Assim não tens noção de que isso pode destruir a tua vida e os seus projectos para futuro??

Quer dizer destróis um projecto de uma vida toda, por uns minutos ou segundos de fama?!

As pessoas estão cada vez mais formatadas e menos autónomas dos seus comportamentos. Viver pelos outros é bom quando os ajudas a desenvolver. Mas viver para agradar os outros e prejudicar a tua vida é algo inadmissível.

DEIXEM DE LADO A RÁDIO QUE FALA BUBUZEIRAS** DIÁRIAS 
VAMOS AINDA REFLECTIR SOBRE ISSO MEUS IRMÃOS E IRMÃS

Por Emerson JC Lourenço AKA Daltton
Adaptações: Flávio Nereu de Menezes


Enviar um comentário

Pesquisar neste blogue